Damas do Samba

Uma história centrada nas mulheres e nas grandes escolas de samba cariocas, abordando o trabalho de carnavalescas, passistas e porta-bandeiras.

De Leci Brandão, Jovelina Pérola Negra, Clara Nunes até as novas integrantes das escolas, os quatro episódios tratam das raízes do samba, as vozes femininas, o trabalho nos bastidores e o futuro das escolas.

Episódio 1: Raízes do samba

26min
Trata das origens do samba através de histórias das primeiras mulheres negras que chegam na Praça XI, no Rio de Janeiro, trazendo consigo as sabedorias da culinária, das ervas, do saber popular, do prazer sexual e a possibilidade da continuidade histórica através do samba. O episódio mostra a história do samba começando com Tia Ciata, dona da casa onde foi criado "Pelo Telefone", o primeiro samba gravado em disco. Grande cozinheira e mãe de santo, dizem que curou o então presidente da época de um ferida na perna. Como retribuição, o samba ficou livre.

O episódio também mostra a ala de baianas, que é considerada como uma das mais importantes de uma escola de samba. Composta, preferencialmente, por senhoras vestidas com roupas que remetem às antigas tias baianas dos primeiros grupos de samba do início do século XX, no Rio de Janeiro. Foi introduzida no desfile nos anos 1930 como uma forma de homenagem às “tias” do samba.